Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 16 de Agosto de 2008

Feliz

A verdade é que está tudo óptimo. Ás vezes penso que bem demais mas não quero pensar assim, como qualquer pessoa mereço a felicidade! Tento pensar num dia de cada vez e nada mais, o que vier virá. Tenho aprendido a viver com o que há de bom e de mau. E o máximo que consigo pensar é como vai ser a próxima semana, não faço planos para o futuro.

 
Tenho a sorte de conhecer pessoas fantásticas que gostam de estar comigo e é tão bom quando nos sentimos acarinhados e amados. Vou aproveitando cada dia da melhor maneira e ainda bem que sinto o tempo a passar devagar, até podia parar de vez em quando!
 
Quanto ao peso tenho aumentado muito pouco, mas o suficiente para me sentir aflita quando apalpo a barriga e ainda estou longe do peso “normal”. Quanto ao descontrolo, tal como decidi, acabou já lá vão 2 meses. Em relação à comida vou experimentando novos alimentos mas sinto que como mais do que devia… Mas alguém me garante que não
 
Tenho tido mais dificuldade em controlar a quantidade de comida à noite quando chego muito tarde porque passo muitas horas sem comer, mas nem sequer ponho a hipótese de deitar fora. No outro dia, quando saí levei um yogurte para beber e fui à WC porque não queria comer à frente das pessoas com quem estava e quando chego uma das raparigas tinha acabado de comprar batatas fritas… Senti-me ridícula. Porque tenho de esconder que tenho fome? Porque me sinto ainda tão diferente? É isto que ainda não está bem… Mas não quero exigir que mude tudo de uma vez. Estou muito feliz e tenho enfrentado a doença todos os dias, se continuar assim vai chegar o dia em que serei livre e estarei em paz.
 
Vou bem, qualquer coisa que precisarem responderei logo que for possível.
Desejo a vossa felicidade.
Nunca desistem, é preciso aceitar que demora tempo e que há pedras pelo caminho. Afinal, vale a pena
Sinto-me: preenchida
Publicado por Aninhas às 20:13
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
32 comentários:
De Anónimo. a 1 de Julho de 2010 às 01:37
Preciso de ajuda, não sei se aqui a vou encontrar.
Suspeito que uma amiga minha possa estar a desenvolver um anoréxica e estou realmente preocupada, não sei o que fazer para que ela mude de ideias, preciso que me ajudem a ajudá-la.
De AB a 26 de Julho de 2010 às 18:25
Ola sou a AB e esttou recuperda ha 4 anos duma anorexia bulimica de mais de 20 anos!! parece impossivel, mas nao é... e ja contei a m historia aqui varias vezes, uma historia,cuja parte negativa, tragica mesmo (nao o final feliz claro) nao queria ver repetida na vida de mais ninguem... e talvez nela nao tivesse entrado se bem no inicio da 1ª diete tivesse procurado a ajuda nem que fosse dum nutricionista, pq aí ele ha ficaria alerta para os limites do normal da dieta... se achas que essa tua amiga está a ultrapassar esses limites tenta convence-la nem que seja a ir a um psicologo ou pelo menos nutricionista que esteja ligado a estas doenças para que ele, caso ache que seja mm anorexia, encaminhe para um psiquiatra desta area. pk sao doenças que têm mesmo de ser tratadas necessariamente por um bom psiquiatra que depois ou faz a ponte com o nutricionista ou ele pp, sendo conhecedor de nutricionimo (como era no meu caso a drª dulce bouça), prescreve um plano alimentar adequado ao nosso "caso".
abraço
boa sorte
AB
De Joana a 14 de Abril de 2011 às 18:36
Minha querida,
voltei aqui para saber como estás. Não voltaste a estas paragens, o que à primeira me faz sentir profundamente bem porque pode significar que "não estás de volta ao inferno", por outro lado receio que estejas, mas não para todos.

Desejo a tua felicidade e que de facto não olhes para trás. Nunca. Gostava que a Cris-Renascer dissesse qualquer coisa. Não sei como ela está, como se sente, nem do que precisa...

Minha querida, as maiores e mais doces felicidades para ti. Que estejas feliz =)

Joana**

Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...