Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 31 de Maio de 2008

Férias

Tenho boas noticias mas não me preenchem. Estou de férias (mas não me sinto), acabei o ano com todas as disciplinas feitas com as melhores notas da turma. Só me resta pedir transferência de curso. O primeiro critério é ter o maior número de disciplinas feitas e o segundo (se houve empate) conta a melhor média. O ano passado havia 2 vagas, entraram com 12 e 13 cadeiras feitas. Eu vou concorrer com 14 por isso tenho esperança. O problema é se os critérios mudam este ano, como estão sempre a mudar… Segunda-feira vou à secretaria, ainda não tive coragem de ir mais cedo. Venho de lá sempre desconcertada, tenho tanto medo de não conseguir! A minha vida depende disso. Não posso continuar pelo terceiro ano consecutivo neste curso.

Outra boa notícia é que vou começar a tirar a carta de condução para a semana. É outro objectivo acompanhado de uma grande insegurança.
A alimentação até à última frequência foi caótica. Foi tornando-se cada vez pior. Entregava-me a ela pensando que era só mais uma vez, mas apercebi-me que estava a entrar outra vez num túnel sem saída. Tenho de voltar a trás enquanto posso. Não quero isto. Tenho medo que não consiga porque vou estar muito tempo de férias só com a carta para tirar. Vai ser uma luta constante e não me sinto com forças para lutar. Os meus pais começam a exigir de mais, não ajudam em nada! Tem sido uma guerra pegada. Estou absolutamente desmoralizada.
 
Sinto-me envergonhada com a minha escrita, mas tenho necessidade de deixar registado.
Publicado por Aninhas às 01:04
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
32 comentários:
De Aninhas a 13 de Junho de 2008 às 18:03
N quero abusar mais da tua boa vontade. Vens aqui n por ti mas por todas nós e isso vale as nossas vidas! Estás a ter um papel fundamental na mnh e só tenho a agradecer-te o tempo que perdes aqui p tirar dúvidas e nos dares força! Tens sido 5

Concordo c tudo o que disseste. Qd à mnh alimentação vou discutir c a mnh médica na próxima consulta. Já começei a escrever um diário alimentar para que ela me possa mostrar os erros que cometo.

Um big big kiss Abzinha linda
De AB a 16 de Junho de 2008 às 18:51
Oxala consiga ficar nem que seja um niquinho só do que digo..
sabes que ainda hoje eu, tempero o meu prato com azeite, me lembro com afecto da psicologa que nos acompanhava nos almoços no hospital? sim pk foi ela que, com o exemplo real dela (regava o prato dela com bastante azeite e eu ficava a olhar) me iniciou ao uso do azeite, que é tão bom para o nosso organismo. Eu lembro-me de só ficar a olhar e de mais ninguem das doentes querer por, mas eu lá em enchi de coragem e disse "vou fazer como a drª Filomena", mas só um pouquinho.. e ainda hoje é dela que me lembro qdo tempero com azeite. e já lhe disse isso e ela fartou-se de rir... mas mt feliz de ver que eu captei as "liçoes" de nutrição que se transformaram em liçoes de vida e para uma vida.. e tb marcas de mt afecto pela equipa..
vá bebe lá uma chavena de leite e vê se nao tem a minha "cara" .
bjs
De Aninhas a 17 de Junho de 2008 às 01:02

Emocionaste-me!!! Agora riu! Preciso de um abraço teu Abzinha. Acho que a conversa que acabei de ter c a mnh mãe influenciou a mnh sensibilidade. Falei de ti, já n é a 1ºx. Ela ficou impressionada c o tempo que estiveste doente. Acho que no fundo ela te deve agradecer, a ti e às nossas meninas que aqui lutam, por me darem força. Ela já compreende como é importante falar com vocês. Já entendeu que estamos todas a lutar p o mm sentido e que precisamos de nos unir e fortalecer juntas.
O teu exemplo é impressionante. O amor que tens pelas pessoas que te ajudaram e a fé que tiveste para conseguires enfrentar os teus (e agora meus) medos. Tiveste uma coragem de louvar. Foste se calhar das doentes mais teimosas até te entregares, a partir daí deves ter sido das que deu mais gosto tratar. Tenho a certeza que conseguiste fazer com que essas pessoas dissessem “é isto que me move e é por isto que não desisto delas e continuo a acreditar”.

A tua última frase tocou bem no meu coração. Vai ficar para sempre registada. Vou agora beber o meu leitinho antes de descansar e a tua imagem (por mim idealizada) vai-se reflectir nos meus olhos a brilhar.
Vou em paz. Por ti!
De Aninhas a 17 de Junho de 2008 às 01:31
AB!!
Fiz uma grnd descoberta! (graças a ti!!) Isto é revolucionário e de extrema importância para mim. Tal como disse fui beber leite - eu mal toco no leite. Comecei há pouquíssimo tempo a juntar ½ chávena com café. Qd vou a meio junto água, bebo mais e volto a juntar água. Aquilo fica uma bodega mas bebo pq o leite smp me meteu mta impressão nc soube pqê, até agora! Ora acabei o pacote que estava no frigorífico pq perfez exactamente 1chávena cheia! Fico a olhar para aquele mar branco, sorrio e ganho coragem para começar a beber (era a primeira vez que ia beber uma chávena cheiinha, ao fim deste tempo todo). Dou dois goles e vou à torneira encher novamente. Dps paro e penso “pq é que eu fiz isto? Ao fim de tanto tempo ia deliciar-me com o meu leitinho fresquinho que smp adorei e fui estragá-lo juntando água?” Eu só pensava que estava parva! Comecei a pensar em justificações. É para durar mais. Mentira. É para não sentir tão espesso. Mentira. Dei-me conta que afinal n bebia leite pq para já adoro (bebia leite no Verão como quem bebe água), mas tb pq sei que me faz bem aos ossos e me fortalece e desta forma me afasta da doença. Porque “ela” me querer enfraquecer e acabar comigo. Qd perfiz a chávena com água foi a dar ouvidos a elas sonsa monga inconscientemente!! Fiquei de abismada. Não conseguia perceber pq é que n tinha já inserido o leite na mnh alimentação já que consigo comer pão que é bem pior (em termos de calorias claro). Agora percebo, “ela” não quer que me cure da osteopenia e que seja sua refém. Queria! Sim, pq agora dei-lhe as voltas.

ABzinha a partir de agora um copo de leite à noite (ou de manhã logo vejo o que me dá mais jeito) vou beber um copo de leite à nossa lucidez que é nossa aliada!
Graças a ti fui capaz! Vou ver-te a sorrir para mim e a piscar o olho sempre que beber o meu leitinho.

Libertei-me ! Sinto-me felizzzz
De AB a 17 de Junho de 2008 às 15:16
Agora conseguiste tb deixar-me de lagrima no olho, nao de tristeza, sim de comoçao e de felicidade... por estares a conseguir fazer essas descobertas tão importantes! coisas tão banais para as outras pessoas mas que para nós se transformam em descobertas de vida e de libertaçao!
Tb me sinto feliz por estar a conseguir passar um pouco do que aprendi no hospital. A empatia com a Drª Dulce penso que foi de extrema importancia para o tratamento e, acho que posso dizer que Amo sim a equipa dela, considero-os hoje uma familia, peço todos os dias a Deus por eles, pela "missão" nobre a que se entregam de alma e coraçao... é incrivel ver o que eles fazem para nos ver Felizes!
Acho que a gratidão por eles é enorme. Posso dizer que lhes devo a vida, embora eles digam - e reconheço que sim - que sem a minha colaboraçao nao poderiam ter o resultado que tiveram.
E é pegando nesta frase dles que te digo tb que nao me deves a mim o que estás a conseguir, sim à tua Vontade que já se está a fortalecer e a consegui o que há tempos consideravas impossivel!
um bj m querida e força sempre!
O que eu faço aqui faço-o tb por mim, pk me sinto feliz se passar aos outros o que me passaram a mim pessoas que tanto admiro e estimo. Sinto-me mm quase que "obrigada" a faze-lo. Por isso nem precisas agradecer. Já me basta a v. Amizade! E então ver que estão a caminhar é por demais bom!
Ah e vou estar sp piscando sim de dentro da chavena de leite e a dizer, vá mais um gole...
eu realmente tenho cada uma.....tenho cara de chave de leite.. ehehe
ps: espero que a tua mae nunca me censure por ter estado tantos anos presa... bem sei que tb me aparecue numa altura em que nem nome nem rosto esta doença tinha (anos 80).. e qdo proucrei ajuda já ela estava mais do que instalada.. mas de qq modo poderia ter investido mt mais cedo no tratamento e nao o fiz! e tb com este meu erro queria que aprendessem a liçao de que quanto mais cedo se sai dela melhor a todos os niveis.. mas com calma e sem pressoes...

Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...