Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 31 de Maio de 2008

Férias

Tenho boas noticias mas não me preenchem. Estou de férias (mas não me sinto), acabei o ano com todas as disciplinas feitas com as melhores notas da turma. Só me resta pedir transferência de curso. O primeiro critério é ter o maior número de disciplinas feitas e o segundo (se houve empate) conta a melhor média. O ano passado havia 2 vagas, entraram com 12 e 13 cadeiras feitas. Eu vou concorrer com 14 por isso tenho esperança. O problema é se os critérios mudam este ano, como estão sempre a mudar… Segunda-feira vou à secretaria, ainda não tive coragem de ir mais cedo. Venho de lá sempre desconcertada, tenho tanto medo de não conseguir! A minha vida depende disso. Não posso continuar pelo terceiro ano consecutivo neste curso.

Outra boa notícia é que vou começar a tirar a carta de condução para a semana. É outro objectivo acompanhado de uma grande insegurança.
A alimentação até à última frequência foi caótica. Foi tornando-se cada vez pior. Entregava-me a ela pensando que era só mais uma vez, mas apercebi-me que estava a entrar outra vez num túnel sem saída. Tenho de voltar a trás enquanto posso. Não quero isto. Tenho medo que não consiga porque vou estar muito tempo de férias só com a carta para tirar. Vai ser uma luta constante e não me sinto com forças para lutar. Os meus pais começam a exigir de mais, não ajudam em nada! Tem sido uma guerra pegada. Estou absolutamente desmoralizada.
 
Sinto-me envergonhada com a minha escrita, mas tenho necessidade de deixar registado.
Publicado por Aninhas às 01:04
Link do post | Adicione aos favoritos
De Joana a 1 de Junho de 2008 às 17:01
Olá, Aninhas =)
Eu sou a Joana. Muito gosto!

Não sei se te recordas, mas eu retribuo (e desbafo muito) no blog da Cris (respondeste a 1 comentário do meu irmão Diogo).

Também sofro de anorexia...
Não te conhecia. Gostei muito do que escreveste e tocou-me bastante o tom das tuas palavras.
Muito obrigada.
Eu sou seguida por profissionais, e estou empenhada em recuperar da doença e de tudo o que me foi retirado.

Peço desculpa se te estiver a invadir, mas penso que percebo minimamento o que pensas, sentes e experiencias.
No que concerne à vida profissional, estudo medicina (muitas vezes duvidei se poderia vir a ser 1 boa profissional de saúde). Mas apesar dos pesares, vamos ser grandes profissionias de saúde, e melhores pessoas. Não concordas? Tudo isto há-de ter 1 lado bom.
Sei que o teu sonho de vida é ser enfermeira e só posso ficar imensamente feliz por isso! É uma maravilha haver profissionais de saúde como tu.

Minha querida, possuis todos os atributos para seres 1 extraordinária enfermeira, e tens feito o possível para "legalmente" te tornares 1. Acho que já és, pela ajuda, sensibilidade e compreensão que dás a 3os. Isso é ser enfermeira =)

Vais conseguir o que desejas, acredito em ti. Fizeste o melhor que podias, as melhoras notas da turma (com todos os preçalços que estão subjacentes ), vais mudar de curso, tenho a certeza absoluta.

Nós funcionamos por metas/objectivos e nem sempre isso é positivo. Também falo por mim. Estamos sempre preocupadas com o depois, o e se?... :/ Não pode ser!
O agora é que conta, o que vier depois para já não é bom nem eficaz. Preocupemo-nos com o agora. A Cris tem razão, + tarde vamos estar preocupadas com o emprego e depois se estamos a ser boas profissionais ou não, havemos de ter sempre qualquer coisa que nos consuma e não pode ser!Se estivermos constantemente a pensar no que pode acontecer ou não, vamos ser sempre infelizes, preocupadas e frustradas. Sei que não queremos isso, mas é difícil ver com todo o nevoeiro... Mas somos capazes. Tu és muito capaz. Acredita, acredita, por favor...
Eu acredito.

Aninhas: tens tanta força! Mas achas que não, não acredites no que sentes, nós vemos de forma desfocada, não somos nossas amigas, e já chega.

Vamos lutar, mesmo quando é quase insuportável e achamos que não conseguimos ir além. Não desistas, por favor.

É de facto muito difícil, moroso e dolorido. Mas o que queremos da vida é brilhante, feliz e eterno, não te percas disso.

Estamos todas juntas, sempre. Temos a AB que é tão querida, sábia e que serve de exemplo para todas nós. Sempre! É possível sair desta vida, do tudo ou nada.
Não somos isto. Não te deixes cair, estamos todas contigo.

Adorei o que escreveste ao longo da doença e ainda + o que escreves agora, numa fase mais racional. È simplesmente delicioso. Não esqueças o que queres e quem és , é isso que te define.

Sei que podes ser muito para além do que conheces de ti, mas quero que saibas que pelo que escreves e descreves de ti, és uma enfermeira e pessoa maravilhosas.

Desculpa pelo que escrevi da 1ª vez que aqui escrevi , mas fico muito emocionada. Podes achar que digo por dizer, mas não, garanto-te, falo com o coração. Vais ficar óptima, feliz e segura de ti, Aninhas. Não somos isto. Não somos!!!

Desejo-te o melhor.
Beijinhos,
Joana
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...