Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 8 de Abril de 2008

É mesmo possível

Penso se valeu a pena ter-me enredado nesta doença. Aprendi e cresci tanto que acho que não teria acontecido se nunca tivesse precisado de ajuda psicológica. A mente humana tem muito que se lhe diga.

Sinto-me uma pessoa mais forte e estou a aprender a enfrentar qualquer obstáculo. Quando estiver curada vou conseguir enfrentar tudo sem sentir que o mundo desabou. Já não sou mais uma criança insegura que procura protecção numa mentira.  Sou uma mulher adulta muito mais forte espiritual e emocionalmente. Não vou mais precisar de esconder imperfeições porque estou a aprender a aceitá-las. Estou de mãos dadas com a vida e não pretendo largar, Quero desfrutar de todas as coisas boas e aprender a combater os desafios tornando-me cada dia mais forte e mais segura.

 

Desejo o mesmo a todas vocês.

Eu também acreditava que não conseguia. Vejam o exemplo da AB e da goo0rda. Também estiveram no fundo do poço. E não conseguiram!? Será que posso também dar o exemplo da o_meu_outro_eu? Fico realmente feliz por estarmos a conseguir minha linda =)

Sinto-me: renovada
Publicado por Aninhas às 22:34
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
27 comentários:
De teqas a 9 de Abril de 2008 às 20:10
Acabei de chegar a casa, um dia duro, de consultas, que antecede um outro pior, de mais sentimentos à flor da pele...Hoje apetece-me mandar tudo ao ar e dizer que não aguento mais...mas isso é só tudo aquilo que não posso. O mundo das consultas é como uma dimensão paralela...depois de sair daquela porta há o resto do mundo para enfrentar...e sentir que não faço parte dele é muito assustador... O meu curso exige antenas despertas a toda a hora, exige muito da minha criatividade...só que o melhor material está no mundo...e eu só queria ser capaz de voltar a ele. Hoje não consigo.
De Aninhas a 9 de Abril de 2008 às 23:46
Tenho vontade de te abraçar =) Sei que o dia das consultas é sempre duro. Há dia em que saímos renovadas, sentimos que somos capaz de mudar tudo, e outros em que só nos apetece desistir.
Mas tu já conseguiste tanta coisa que achaste impossível, não foi? Então só tens de continuar. Temos de enfrentar os medos. O maior medo é a nossa maior felicidade. Os médicos estão lá para nos ajudar, temos de aproveitar.
Estamos a aprender a enfrentar e tenho a certeza que vamos conseguir. Esta vida não nos dá nada de novo. Já sabemos onde nos leva – a lado nenhum.
Tenho muito orgulho em ti por te teres entregado aos médicos. É o grande passo!

Um beijinho grande e paciência*
De teqas a 10 de Abril de 2008 às 08:51
Obrigada pelas palavras...senti o abraço=)

Um beijinho enorme com orgulho em ti!

Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...