Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Domingo, 18 de Novembro de 2007

Isto explica muita coisa

Desculpem a ausência de posts. Não há grandes novidades, tenho andado ocupada com os estudos, tenho frequência de anatomia terça-feira e graças a Deus que tenho conseguido estudar. Acabei hoje tudo, amanhã e depois são para fazer revisões.

Tenho ficado muito contente com os comentários de apoio e mails que tenho recebido, um grande bem-haja a todos!

Quanto à alimentação controlo-me mais ao almoço e ao jantar do que ao pequeno-almoço ou ao lanche. O pior para mim é mesmo o lanche porque passo muitas tardes em casa sozinha e como para mim é muito difícil pôr-me a estudar recorro à comida para fugir aos estudos. O meu problema reside nos estudos. É uma aversão que não dá para explicar. No ano passado comecei a faltar às aulas e às frequências e acabei por chumbar... Eu chumbei!! Era impensável para mim isso alguma vez acontecer. Sou um exemplo de perfeccionismo clínico. Quero fazer tudo na perfeição e não aceito o meio termo e a anorexia é uma consequência, tal como ter chumbado. Como não consigo tirar notas de topo já não consigo fazer nada. Consigo-me explicar? Não sei se é fácil para as pessoas perceber isto… Não aceito estudar para ter positiva tem de ser superior a 15, por exemplo. Mas como também não consigo tirar superior a 15 já não consigo fazer nada. No ano passado para “fugir” a uma frequência fui para o hospital com uma intoxicação com medicamentos e fiquei 3 dias em SO nas urgências. Chega a véspera e “fugo”! Fico com níveis de ansiedade tão grandes que chega a altura e não faço nada e nas consultas tenho aprendido a aceitar uma nota humilde e aprender a estudar sem exigir muito. Quem está doente também percebe como é difícil estudar com esta doença, põe-nos a cabeça num oito, quanto mais ainda querer fazer tudo num nível de excelência.

O meu objectivo, neste momento, é fazer as disciplinas que não fiz no ano passado e pedir mudança de curso. Espero que o resto venha por acréscimo.

Os meus pais andam… sei lá como… Saturados! O meu pai diz que só lhe dou preocupações, que a maior infelicidade é só ter uma filha e não poder confiar nela e que “ai de mim” que arranje uma doença mais tarde por causa do que ando a fazer. Diz que nem me vai ver ao hospital. Não me preocupa minimamente poder ser internada ou não receber visitas (até porque já estive internada 6 vezes por outros problemas de saúde), o que me dói mesmo é saber o que o meu pai está a passar. É muito difícil para mim aguentar isto e também ver os meus pais desta maneira! Mas não consigo mudar!! Não neste momento… Preciso de ter o meu futuro assegurado, preciso de mudar de curso. Não consigo as duas coisas ao mesmo tempo e a minha prioridade é, sem dúvida, conseguir, pelo menos, entrar! Nem estou a querer mudar só depois de terminar o curso!

Não sei o que dizer, isto é realmente muito difícil.
Publicado por Aninhas às 21:25
Link do post | Adicione aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...