Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Domingo, 9 de Dezembro de 2007

Cresce!

Vives como se o mundo girasse à tua volta. Chega de teres pena de ti própria. Acorda para a vida! Chega de quereres ser tratada na palma da mão. A vida é mais do que isso. Há pessoas à tua volta que só saem prejudicadas. Não mereces o que têm feito por ti, nem sequer dás valor a isso. Não és mais do que uma pessoa infantil e egoísta. Tem vergonha! Toda a vida te quiseste enganar, sempre tiveste pena de ti e quiseste que toda a gente pensasse da mesma forma, mas estás muito enganada.

Cresce! e vais ver como estou certa.


 Chega de nos enganarmos a nós próprias. SOMOS ASSIM QUER QUEIRAMOS QUER NÃO!

Publicado por Aninhas às 16:37
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
32 comentários:
De nuno a 9 de Dezembro de 2007 às 17:10
olá! Palavras dos teus Pais ou é o pensamento da tua consciéncia? No teu caso, isso n tem nada a ver com o ser mimada ou ser egoísta.... tens uma doença, mas uma doença que pode ser tratada e espero que daqui a uns meses estejas melhor do que estás hoje! Uma coisa que tu precisas e muito, é de te rires, de te divertires.....se isso acontecer, vais ver que daqui a uns meses esse teu problema está ultrapassado! força Aninhas! [][][][] ****************************** continuação de um bom Domingo!
De Ariella a 10 de Dezembro de 2007 às 12:44
Hey A!
Ui essas palavras magoam...
quem foi o autor de tal coisa??

**muuahh**
De ohmasquechatice a 10 de Dezembro de 2007 às 14:51
Olá

Este comentário é para a AB, com a respectiva autorização da dona deste blog. Por favor, não ligue ao nome, tem a ver com a dificuldade uma pessoa se conseguir registar aqui. É +por isso, aliás, que opto por entrar em contacto consigo por aqui, já que tentei em vão registar-me no fórum da clix e não consegui. Sou jornalista e autora de uma reportagem que sei que leu, já que a citou no referido forum. Estou a fazer uma espécie de follow-up desse trabalho. A Aninhas falou-me de si e gostaria muito de falar consigo. SErá que pode entrar em contacto comigo? O meu email é mzb1jornas@gmail.com. SE preferir o do sapo, tb serve. Por favor, diga-me algo assim que possível pois estou a trabalhar contra o tempo e gostaria mesmo muito de contar com a sua participação. Claro que me identificarei e explicarei mais pormenores por email. DEsde já obrigada
MZ
De DramaGirl a 10 de Dezembro de 2007 às 19:43
Olá! Adicionei-te há uns dias atrás. Apesar de só ter criado um blog muito recentemente já te adicionei :) Gosto imenso de ler o que escreves! sem dúvida que tens muito jeito. O teu último post é sobre algo que te tenham dito? Ou são os teus pensamentos?
De Aninhas a 12 de Dezembro de 2007 às 00:44
Fizeste bem. Qd puder lerei.
Continua a visitar.
Beijinhos*
De handsoftime a 10 de Dezembro de 2007 às 23:21
Estás bem? Dá noticias! Não te deixes abater por palavras! Fica bem!
De Aninhas a 10 de Dezembro de 2007 às 23:43
Para que fique esclarecido estas palavras são minhas. E sei que no fundo é verdade. Apenas custa ouvir à primeira...

Desculpem a minha frieza. Mas é assim que me sinto e é disto que preciso.

Façam os vossos comentários.
Obrigada.

Um beijo a todos os que passam por aqui.
De AB a 11 de Dezembro de 2007 às 09:49
Aninhas nao sei que dizer:
eu acho que enquanto doente eu nao queria que tivessem pena de mim, eu mesma é que vivia com uma pena tremenda do que fazia a mim mesma... vivia tão desiludida cmg..
nao fazia aquilo para chamar a atençao de ninguem, só queria até que o mundo se esqueçesse de mim, que nem me visse, queria ser invisivel às maldades do mundo.. tudo doía, menos os Amigos e os animais e a Natureza.. o mundo em si era cruel para mim.. não é que ele o fosse na realidade, mas era a percepçao que eu tinha do mundo que me doía (isso percebi na terapia), nao esperava pena "deles", apenas justiça..
acho eu.. nunca parei mt para pensar nisso..
beijinho..
obs: claro que cada pessoa tem a sua vivencia mt pessoal da doença, por isso existem "doentes" e nao "doenças".. e isso aprendi com a drª dulce que trata o doente nao como anoretico ou bulimico, mas sim como "Pessoa com anorexia" ou "Pessoa com bulimia"
De Aninhas a 11 de Dezembro de 2007 às 23:10
AB... Mas eu tb penso assim!! ='( N quero que tenham pena de mim, eu tenho é pena daquilo que faço a mim própria, tenho pena das pessoas que passam por isto e pena dos que sofrem por minha causa!
Mas n será isto no fundo uma chamada de atenção?Para que tenham pena de mim? Esta doença é muito traiçoeira. Em todos os aspectos. E n nos podemos esquecer que se trata de uma doença psicossomática há muita coisa inerente na nossa atitude. Coisas escondidas no inconsciente.

Eu escrevi este texto dps de uma Amiga minha (que já foi anorectica do tipo restritivo) me disse "Chega é de te enganares e teres pena de ti própria." Isto fez-me pensar e logo a seguir escrevi este texto. Acho que era aquilo que ela me queria ter dito. E no fundo acho que tem razão, por mais que custe acreditar.
Não sou mais do que uma pessoa egoísta que vive como se o mundo girasse à minha volta, à espera que as coisas caiam do céu.
De Aninhas a 11 de Dezembro de 2007 às 23:33
N podemos ir com falinhas mansas... N são os outros que tem de se adaptar a nós! O mundo n gira à nossa volta. Quem está a agir mal somos nós. Somos nós quem tem de mudar!

Pensem!
Se os nossos pais aceitassem a doença e nos dessem uma palmadinha nas costas dps de vomitar nós iriamos chorar todos em conjunto pelo GRANDE sofrimento que a coitadinha da filha está a passar e NUNCA mas NUNCA conseguiriamos sair disto pq tinhamos o que nós queriamos: ATENÇÃO e td o q está inerente a isso.

Isto tem de acabar... Chega de termos pena de nós próprios!
De o_meu_outro_eu a 11 de Dezembro de 2007 às 15:01
Sei (tenho quase a certeza) que apesar de não conseguires responder a maior parte dos comentários que continuas a vir ao blog. É quando estamos em baixo que mais precisamos deste sítio.
Ainda há pouco tive a escrever sobre isto. Sim essas palavras são tuas! percebi logo quando as li. mesmo que não desse tempo de as comentar (já li ontem)
E percebi sabes porque?? Porque são essas as palavras que digo a mim própria em frente ao espelho!
Tu não precisas de crescer! Tu e eu e todos os que sofrem com estas malditas doenças só precisamos de aceitar e lutar!
Aceitar que estamos a sofrer.. e lutar contra esse sofrimento!
Tu não és uma criança! tu já cresceste imenso! esta doença faz-nos crescer.. faz-nos ver o quanto difícil é viver.. faz-nos perceber o quanto pessoas são picuinhas quando sofrem uma desilusão com o namorado ou quando se chateiam com o patrão ou com um amigo! nós além de levar com esses problemas do dia a dia levamos com uma carga bem maior. que só nós vemos. que não podemos fugir nem ir tirar umas férias para a esquecer.
Tens de acreditar em ti. eu acredito!
Eu sei que és uma pessoa inteligente! uma pessoa com força!
um abraço amiga. um abraço daqueles que duram muito tempo e que acabam com os olhos inchados de tanto chorar.
Chora. Chora muito. Pega numa almofada e bate! Grita!
Mas reage... revolta-te! não contigo mas com a doença.
estou aqui!
De Aninhas a 12 de Dezembro de 2007 às 00:40
Nao linda! Chega de dizer que sofremos mt... O que é que isso interessa? Sofremos. E depois? Toda a gente sofre, toda a gente tem problemas.
Doença? Doenças somos nós que as criamos!
"esta doença faz-nos crescer.." isso é aquilo que queres tirar de "positivo" nisto td.
"Só nós vemos" pq n queremos ver a verdd.

Desculpa mas estou revoltada. É isto que sinto.
Obrigada por td... descp de fui dura. N consigo dzr mais nd.
Vou passando por aqui
De o_meu_outro_eu a 12 de Dezembro de 2007 às 15:29
eu compreendo-te! essas são exactamente as palavras que há dias disse a psicóloga! que estava cansada disto tudo! que não queria viver assim mas não havia maneira de fazer algo para mudar.
mas aninha já cheguei a conclusão (e desta tenho a firme certeza) que só nós vamos conseguir livrar disto quando admitirmos que somos doentes! é a verdade! não podes tentar tapar os olhos e acreditar que amanhã quando acordares estás bem e és uma pessoa normal que apenas têm os problemas reais (se lhe quiseres chamar)! isso não vai acontecer!
há dois ou três meses atrás fiz o mesmo que tu! gritei comigo que chegava de palhaçada! abandonei as consultas! obriguei-me a ir a todas as aulas! A comer á frente dos meus pais! a não vomitar!
e sabes quanto tempo durou?? Pouco. muito pouco. serviu apenas para me aperceber do quão fraca sou e que nada disto ia mudar só porque eu estava fraca!
voltei às consultas! criei o blog! fujo de casa! o tempo tempo que estou em casa é aqui, com a música ligada e longe da cozinha!

não sei se deves ligar muito ao que eu digo porque sou apenas mais uma na mesma situação que tu! e se também aqui estou não sou ninguém para te dizer o que deves ou não fazer.. nunca te julgo.
boa sorte para os teus estudos
De Mafada a 11 de Dezembro de 2007 às 22:31
oi Aninhas!
td bem?
n sei ao certo s percebi bem, mas exe e o discurso da mh consciencia, tds os dias!
nem axim mudo, nem axim cresço, sei k nao kero!:x

ah n sei se tens tentado ir ao meu blog, axo k n tens convite!?manda mail para:
perfection_my_obsession@hotmail.com
De Aninhas a 12 de Dezembro de 2007 às 00:42
Eu consigo entrar nas n tenho ido.
Descpa
Entrei agora e estive a ler alguns e notei que tens andado tristinha. Espero que td se recomponha. N te acomodes a essa vida. MUDA pf! Isto n dá c nd e só depende de nós mudar.

Beijo
De Blair 20 a 12 de Dezembro de 2007 às 20:11
Oh linda, o problema n esta em termos pena de nos proprias, nem a cura...
A "fraca auto-estima" tão defendida por psiquiatras/psicologos no ambito dos transtornos alimentares n significa necessariamnt q tenhamos pena de nos ou que queiramos q outros tenham!

Td a gente tem problemas, td a gente sofre! E qdo isso acontece, o q fazem tds? Tentam resolver os problemas e ultrapassar a situação.
Ora, entendo q a nossa cura reside em admitirmos q estamos doentes, vermos q isso é 1problema e tentarmos resolve-lo. Rapidamnt a maioria de nos se apercebe de q necessita de alguma ajuda para dar a volta por cima, é o q fazem os profissionais de saude.

Chega de te martirizares, n és 1coitadinha por estares doente mas tb n o és pq 1belo dia resolveste dizer "vou ser anorectica/bulimica!", pois n?
N escolhemos estes flagelos, mas podemos escolher curarmo-nos deles...

Don't be so hard on yourself *
De andreia fernandes a 12 de Dezembro de 2007 às 20:55
aí está,voces não escolheram a doença ,mas podem escolher a cura.isso é uma das muitas coisas que podem fazer por vós propias por isso vos desejo paz e muita saude.paz
De andreia fernandes a 12 de Dezembro de 2007 às 21:12
aí está,voces não escolheram a doença ,mas podem escolher a cura.isso é uma das muitas coisas que podem fazer por vós propias por isso vos desejo paz e muita saude.paz
De . a 12 de Dezembro de 2007 às 20:49
Olá Aninhas. Tenho acompanhado este blog através do da Gooorda descobri-o. Adoro ambos no sentido em que encontro duas amigas que mais me parecem almas gemeas ou sera a agonia que nos torna assim parecidas?
Vivo so e este é o meu 1º ano na Faculdade longe de casa, decido o que não como e tudo isso... o problema é q o sonho de liberdade daquele controlo tornou-se numa ilusao: vivo so e tenho compulsoes, saio de casa e como as vezes pelos meus proprios pes ando até ao Supermercado. Ng obriga e faço pois nao gosto de mim. E agora?
Estou cansada. Estamos nao? Todos os dias uma pessoa Bola no espelho nao ajuda nada :(
Bem, se te sentires só tens aqui uma 'companheira' com 1 ano a - q Tu. *
De . a 12 de Dezembro de 2007 às 20:52
Em relação ao post... ja ouvi essas palavras, sao me familiares e nao pouco. Andei numa psicologa mas desisti pois achava uma tortura a pesagem todas as semanas e 'humilhaçao': um dia cheguei la aflita pois comi 2 crossaints de seguida e estava um monstro... qd disse a psicologa ela mandou para a balança (fizemos um acordo, nca via os numeros da balança no consultorio dela) ela só se riu de mim! Nunca mais la voltei :/ imagina... *
De AB a 13 de Dezembro de 2007 às 11:38
existem bons e maus profissionais.. quem se ri com certeza nao entende disto... procurem quem entende...
quem diz que andamos "nisto" porque queremos (como tb houve um psiquiatra que mo disse) está longe de saber o que é "isto"..
quem diz que só queremos chamar a atençao tb nao acho que esteja certo.. embora aqui haja que ver cada historia pessoal da pessoa..
quem diz que isto passa um dia assim com anti depressivos tb acho que falha...
Ouvi mta opinião tb, pior ainda pk vinda mais de quem era suposto enteder disto (classe medica ou psicologos), pois à familia nao contava mt, mas felizmente que encontrei quem entendesse os meandros todos desta doença tao poderosa e já me fartei de o referir aqui: drª dulce bouça e sua equipa!
Umas até podem por algum motivo querer chamar a atençao, mas ha que perguntar pk querem elas chamar a atençao? deve haver um motivo caramba!
Mas independentemente disso há que 1º parar de maltratar o corpo, ele nao tem culpa!
pare-se 1º com o ritual da doença, depois trate-se das causas... precisamos fisicamente estar bem para que a nossa auto estima resolva parte dos nossos problemas e inseguranças e depois o resto se verá...
claro que enquanto temos esta doença a nossa cabeça vive afunilada nela, e só parando com ela irá deixar de ser assim! Vamo-nos concentrar entao em parar com ela e nao nos martirizarmos tanto no sofrimento que causamos aos outros, pk na certa a culpada é a doença! acho que nenhuma de nós é sadica, mt pelo contrario sofremos tanto com o nosso sofirmento e ainda com o dos outros..e com a fome do mundo na qual pensamos tantas vezes, tantas quantas as que vomitamos... e no dinheiro que esbanjamos em alimentos.. e .. e.. e tudo nos pesa a consciencia.. e doi e corroi a alma..
pf tentemos 1º parar com o ritual do come/ nao come e vao ver como grande parte dos nossos problemas se resolvem.
Facil? nao, nao é... Mas foi no dificil que encontrei a maior FELICIDADE: a VIDA roubada!!
De nuno a 30 de Dezembro de 2007 às 23:27
que o Ano de 2008 seja melhor para ti! beijos e entra com o pé direito em 2008! Bom ano p todas!

Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...