Um testemunho de como é possível destruir esta terrível doença e ser FELIZ!

.Desabafos recentes

. Vitória

. Feliz

. Dias bons

. Sobretudo medo

. Sobretudo medo

. Aprovada

. O tempo não chega

. Para a frente é que é o c...

. É agora ou nunca

. Indefenida

. O lobo

. Hoje

. Conclusão da consulta

. Com certezas

. Férias

. Aqui... Jamais fingirei

. O início do fim

. Eu mando

. Por favor

. Ao acaso

. Aprender

. Caminhar

. É mesmo possível

. Quem disse que era fácil?

. Mais um passo

.Arquivos

. Junho 2011

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.Outros Blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Incoerente

Tenho chorado sempre que venho aqui e tento escrever alguma coisa para postar. Com tanto choro acabo por nunca conseguir escrever como quero.

 

Nada disto faz sentido... Tenho lido blogs de outras raparigas que sofrem como eu. É triste saber que há tanta gente a viver este inferno só. Sim! Sozinhas porque esta doença não é aceite nem compreendida por ninguém e ainda mais, é condenada por todos. Isto porque, supostamente, estamos assim porque queremos, porque damos mais importância ao aspecto físico do que ao mais importante e porque com isto ainda fazemos sofrer as pessoas que mais queremos. Das 4 vezes que fui operada toda a família e amigos quiseram ajudar, agora que preciso mais do que precisei na altura ninguém quer saber porque se trata de uma doença "provocada" e alimentada por mim. Por esta razão não temos ninguém a quem recorrer.

Só pedia isso. Só queria poder abraçar a minha mãe quando me sinto arrasada e sentir que ela compreende, poder falar com ela sobre o que me afronta, poder dizer-lhe porque me sinto irritada e não consigo estar com ninguém. Tudo isso que fazemos quando estamos em baixo ou doentes. Parece tão simples não é? Porque é que tenho de esconder tudo aos meus amigos mais próximos? Porque não lhes posso dizer porque é que não vou jantar fora com eles ou porque me sinto tão triste? Custa-me muito ter de lhes mentir, mas preciso de me defender. Tenho a certeza que é melhor assim. A vocês que não me ouvem: desculpem...

tags:
Publicado por Aninhas às 19:44
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
11 comentários:
De Mafalda a 30 de Outubro de 2007 às 12:26
Oi..

tas a ser seguid nos HUC?ent pods considerar a poxibilidad d ns encontrarms 1 dia dests???adorav!;)

pois, exa doenç e condenad e mt mas mm mt incompreendida!so km paxa ou a estud ek a prceb!pa mts o prob resolvia-s dand d comer, mas ixu e mt + duk 1 mania ou teimosia!as pexoas n s dsgastam, n kerm cmpreendr, e as xs a ignorancia ajuda-as a deixr ist paxr ao lad!

tens est xpeço ond pods desabafr cm gent k t pod apoiar, mas só tu t pods ajudar!

bjinhu*
De Aninhas a 30 de Outubro de 2007 às 22:16
N sabia que tb andavas a ser seguida lá :) Fico mt contente.
Peço-te só que escrevas com menos abreviaturas!

Beijinhos **************
De nuno a 31 de Outubro de 2007 às 17:01
Força Aninhas! estou longe, se estivesse perto de ti, poderias-te abraçar a mim. beijos
De Zephyr a 3 de Novembro de 2007 às 21:27
De facto o pior de tudo é não podermos contar a ng... às xs passa-me pela cabeça - ideia louca - desbobinar tudo, mas seja como for tenho a certeza que ng entenderia e ia ser logo a mesma história de sempre: ''são fitas''. Ainda por cima eu - e outras - k não têm propriamente anorexia e/ou bulimia, mas sim algo pelo meio.

Bj **
De AB a 12 de Novembro de 2007 às 17:39
isso de algo pelo meio tem nome tb: Anorexia Bulimica..(que nao sei se é o teu caso, mas é o de muitas que vejo aqui) e é grave!
e precisa de ser tratado e só devemos dizer a quem nos entende e pode ajudar.
devemos dizer tb a quem nos ama, por respeito se isso nos faz bem... agora para que apanhem as nossas fraquezas e nos espezinhem, nao vale mesmo a pena.... há pessoas que se aproveitam disso para mais cedo ou mais tarde, numa zanga por ex., nos atirarem isso à cara.. e digo-vos que é do pior que há, ainda hoje me lembro do que ouvi e me doi mt!!
bjs e desculpem mas é a minha opinião. fui mt magoada e se tivesse sido mais cautelosa, contando só aos medicos bons e amigos de verdade, teria poupado algum desse sofrimento!
De Zephyr a 14 de Novembro de 2007 às 18:33
reparei hj q tinhas rspondido ao comentário, mto obrigada, é sempre bom ver que alguém não vem dizer o velhinho discurso «é a mania das dietas...».

não conto nd à minha família precisamente pelo motivo nomeado, não quero (mais) motivos que me possam atirar à cara sempre que der jeito.

no entanto, falei com uma médica nas urgências - fui lá parar por outros motivos - e acabei por contar parte do q se passava. ela pediu-me para marcar consulta com a minha médica de família.

mas não, eu não tenho anorexia bulímica, qdo mto poderia ter bulimia com episódios de anorexia. ou, simplesmente, como demais. 55kg provam isso.

**
De AB a 15 de Novembro de 2007 às 15:02
eu nao sei exactamente o que tens, mas penso que o rotulo nao interessa... o facto é que nao te sentes bem com a comida nem com o corpo, logo penso que só por isso vale a pena pedir ajuda medica.. só eles saberão dizer se é ou não DCA e qual, ou quais..
eu enquanto nao conheci a drª dulce sempre pensei que tinha bulimia, mas depois ela e a equipa explicaram-me que o que eu tinha era anorexia bulimica, mas o que interessa é que têm todas algo mt em comum: um sentimento de desconforto e mau estar (isto é eufemismo claro, pk o que nós sentimos é quase repulsa!! eu sei disso pk sofri isso na pele!)com o corpo e com a alimentaçao... não é por estares no meio entre uma ou outra que eles (médicos) te vão deixar de tratar ou compreender..
força!
De nuno a 5 de Novembro de 2007 às 19:07
olá! como estás? Força Ana!!! ************
De AB a 12 de Novembro de 2007 às 17:30
eu nos primeiros dias em que vim aos blogs li esta tua msg que mt me tocou e sei que respondi da seguinte forma (mas que colei no sitio errado, por nao saber como isto funcionava) e volto a cola-la aqui porque sinto que estás a precisar mt daquele "abraço invisivel" da compreensão dos que te entendem tão bem que tb sentem a tua dor:

" tocou a forma como ela fala da nossa solidão perante a incompreensão da doença e tb o quanto nos atormenta saber que fazemos sofrer quem nos ama. Parece que em momentos de dor e em que precisavamos tanto dum carinho nao temos a quem pedir e só nos resta mesmo abraçar-mo-nos a nós mesmas, que é o mesmo que dizer, abraçarmo-nos à doença, nossa pior amiga...
querida Aninhas eu imagino como te sentes, eu senti isso durante mts anos, mas acredita NÃO ESTÁS SOZINHA, NUNCA ESTARÁS. nao quero com isto dizer que te sintas feliz por existirem outra pessoas com a mesma doença (eu tb chorava e ainda hoje choro mt só de pensar como existe tanta lagrima envergonhada e silenciada por esta maldita doença e quanto menos pessoas neste barco de solidão melhor), mas não estás só porque existem pessoas que nos podem ajudar a sair disto e QUE NOS COMPREENDEM E ENTENDEM .. existem MEDICOS ESPECIALIZADOS QUE GOSTAM DE NÓS e sei que vais sair um dia disso como eu tb!!
Hoje sei que todos que estão à nossa volta sempre nos amaram, mas nao conseguimos aproveitar esse amor, porque pensamos que nao o merecemos, que somos uma nodoa na vida das pessoas, que estragamso tudo em que tocamos.. só quando sairmos disto consguimos amar na plenitude, mas PF NAO TE SINTAS CULPADA PELO SOFRIMENTO QUE POSSAS CAUSAR AOS OUTROS, ÉS VITIMA DUMA DOENÇA MT MÁ, NÃO TENS CULPA DISSO!!
BJ grande e mta força!!! tem calma, respira fundo e PF PROCURA AJUDA MEDICA DA MELHOR QUE EXISTE e vias ver como te VAIS SENTIR MT MENOS SÓ: sou obrigada a mencionar o nome que me salvou: DRª DULCE BOUÇA ou alguem da equipa das DCA do HSM."

De novo um bj e um abraço mt apertado e olha para pessoas como o Nuno, maravilhosas, que penso que, apesar de nao saberem o que são realmente estas doenças, no entanto, "está ali" dando o ombro amigo, não por pena, mas por Amizade verdadeira..
De Aninhas a 12 de Novembro de 2007 às 22:07
=) Obrigada por teres colocado aqui esta mensagem.
Pois é temos de saber escolher as pessoas certas (não existe quase ninguém) mas a verdade é que não podemos exigir às pessoas de fora que percebam. É muito complicado para elas, não as julgo. Mas há aqueles momentos que estamos tão revoltadas que não conseguimos aceitar tantas "bocas". É muito difícil para nós mas também o é para eles... =/

Um big kiss **!
De AB a 13 de Novembro de 2007 às 18:20
eu hoje acho que reconheço à distancia uma pessoa com anorexia, nao só pela magreza do corpo, mas sobretudo pelo olhar baço e ausente da pessoa... e tento desviar o meu, porque doi mt e enquanto que mta gente pensa que andamos nisto para chamar a atençao, eu acho que andamos nisto exactamente pelo oposto: para que o mundo se esqueça de nós... talvez seja até um grito de dor e revolta sim, mas contra algo que nem nós mesmas sabemos bem o que é. Talvez tb a meio desta dolorosa caminhada em que mtas vezes o desespero se apodera de nós, usemos chantagens emocionais que só hoje vejo como tais e que, nesse desnorte, queiramos chamar a atençao de alguem (lembro-me que na fase final da doença acho que foi isso que fiz com o meu namorado ao entrar num braço de ferro com ele, conseguindo emagreçer o mais que podia, pk queria provar-lhe que amava mais a doença do que a ele - isto porque ele, em desespero de causa, chegou a encostar-me à parede, porque a doença cada vez mais rivalizava com ele e roubava mais espaço à minha "vida" e à dele - e eu interpretei isso como um acto de desamor, de abandono, de crueldade.. quando era apenas uma demonstraçao de amor e amizade).... mas no fundo é a doença a falar e a agir por nós..
era facil demais se fosse apenas uma questão de querer dar nas vistas como muitas pessoas ainda pensam... é mt mais complexo do que isso e é bom que as pessoas se consciencializem disso.
Tal como agora é a doença que nos diz que comer engorda, que temos que viver eternamente com dietas hipocaloricas, etc etc...
afinal tudo errado: COMER NÃO ENGORDA: só engorda se se comer de forma errada e os nossos medicos nao nos querem ver gordas, apenas com o peso ideal, nada mais! e por isso existem os nutricionistas nas equipas - ou os prorprios psiquaitras que têm conhecimentos de nutriçao- que meticulosamente fazem os calculos para as necessidades diarias a cada doente.. para que nada falhe e nos sintamos confortaveis e confiantes com os alimentos ... e é isso que tem de aocntecer com cada doente: estabelecer uma relaçao de confiança entre o doente e a comida. demorou? sim, a confiança na comida demorou a chegar confesso, mas enquanto nao chegava decidi confiar apenas - mas 100%- nos conhecimentos da psiquiatra e nutricionista e engulir a comida custasse o que custasse e depois deixar que ficasse tudo lá dentro...
em paralelo tens a psicanálise: outro trabalho, outra caminhada ...
espero que com isto percebam que os medicos são vossos AMIGOS, merecem sempre a Verdade, não nos querem engordar, querem apenas devolver nossa saude fisica e mental. Quero tb que percebam que é um trabalho complexo e que exige mt o vosso empenhamento e COLABORAÇAO, a começar pela verdade.. nem que seja só isso para começar. bjs e desculpem mais este desabafo!
obs: tb nunca me esqueço duma frase dita pela minha querida medica e que me ajudou nos primeiros momentos da recuperaçao quando surgia alguma tentaçao: dizia-me ela que eu tinha sempre dois caminhos, o da doença - o mais fácil momentaneamente mas que a médio ou curto prazo até me levaria à destruiçao e morte - e o da cura, talvez o mais difícil, mas o unico que me levaria de volta à Vida e à Felcidade.. . penso que isto foi mt importante para mim. ter consciencia de que no dificil iria encontrar a felicidade... oxalá assim continue, é só isso que peço da vida..

Comentar post

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Dados gerais

Tive uma anorexia nervosa com crises bulímicas tratada e cuidada no HUC, onde ainda estou a ser acompanhada. Consegui atingir todos os meus objectivos, sou feliz e deixo aqui o meu testemunho em como é POSSÍVEL acabar com todo o sofrimento e dor que esta doença me trouxe.

.tags

. todas as tags

.Dos que mais gosto

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...